terça-feira, 2 de novembro de 2010

Don Juan da Silva

Teorias, teorias e mais teorias. Até hoje nenhuma consegue me explicar ainda qual é a fórmula da sedução. Talvez porque não exista alguma, se tivesse não existiriam tantos solteiros nem tantos tímidos pelo mundo, toda festa seria micareta e o índice de casamentos talvez chegasse ao céu. Nos sites e nas revistinhas adolescentes chovem reportagens do tipo “10 dicas infalíveis na hora da conquista”, e quase todas insistem em confundir mais do que explicar os jovens que precisam de uma revista para “aprender a arte da sedução”. Pelo menos eles acham isso. Agora, qual seria, de fato, a verdadeira “arte da sedução”?
Pra começar, fórmula só funciona com constantes, e se tem algo que não temos é constância. Voláteis, diferentes, nunca nos encaixaremos em padrão nenhum. Não somos manequins de carne e osso, somos apenas de carne e osso. E cabeça. E coração! Por isso mesmo, qualquer receita não serve para todos, nem para a maioria, como se fosse possível supor do que a maioria gosta. Como saber do que o outro gosta? Então, conquistar passa a ser uma tarefa mais arquitetada do que uma simples piscadinha marota ou um sorriso no canto da boca. Para alguns.
Existem aquelas pessoas que não sabem nem piscar e vivem o amor de suas vidas, aquelas que não conseguem sequer falar direito sem gaguejar e mesmo assim saem de uma festa com vários telefones, assim como os que não arriscam nem um “dois pra lá, dois pra cá” e se dão muito bem. Quem disse que é preciso saber dançar pra conquistar? Sorte dos tímidos que sempre aparece alguém que acaba se atraindo por aquele olhar desviado, e aquele sorrisinho sem jeito. Os tímidos que fogem querendo encontrar, que se calam querendo falar, que por fora ficam vermelhos de vergonha, mas por dentro ficam vermelhos de vontade, de paixão. Não dança? Pode nem fazer diferença. Mas arriscar pode até ajudar! Vão por mim.
Para quem gosta de contato, do “téti a téti”, o sair é o início de uma relação, mas pode ser o meio de quem fala muito bem. Quanta lábia! Os bons de papo são exemplos clássicos de que os acertos vem depois de muitos erros. Nem todas se derretem por frases feitas. Algumas não conseguem resistir a coisas tão banais, despretensiosas... Conversar sobre política pode mostrar seu lado inteligente e, por que não, sedutor? Desenhar bem, cozinhar bem, tuitar bem, tudo isso pode despertar o Don Juan que existe em você e que, talvez, você nem saiba que está lá. Mas se sabe, tudo bem, aproveite!
Beleza, amigo, se você consegue fazer o mítico “olhar 43” e funciona, ótimo! Mostra que você é desinibido o suficiente para conquistar as mulheres que esperam atitude. Outro erro comum é achar que as recatadas podem viver apenas com carinho e beijos na testa e as forrozeiras querem pegada. Toda mulher quer pegada, todo mundo quer pegada, isso sim é comum. Por mais que não demonstre tanto, a sedução ouriça quem é alvo e o frio na barriga faz tão bem ao conquistador. E quando digo conquistador não me refiro somente de quem usa gel no cabelo e fala com voz de locutor de rádio AM. Todos nós somos eternos conquistadores, não importa de que jeito. Com ou sem uma rosa na boca.

3 comentários:

Josué Augusto disse...

nossa vc falow tudo nesse texto. gostei mais dessa parte:"Sorte dos tímidos que sempre aparece alguém que acaba se atraindo por aquele olhar desviado, e aquele sorrisinho sem jeito. Os tímidos que fogem querendo encontrar, que se calam querendo falar, que por fora ficam vermelhos de vergonha, mas por dentro ficam vermelhos de vontade, de paixão". Muito bom!

Descanso da Alma disse...

Pior que já fui leitor dessas dicas, imaginando que iria dar certo, ledo engano. O ser humano é diferente em todos os aspectos e o coração é o pior deles, muda e desmuda com muita facilidade.

Já disse alguém, que o coração é vagabundo, hehehehe. Acho que tem razão.

Conquistar não tem dica, tem ação e sentimento, nisso não há fórmula que dê jeito, apenas sentir o amor inflamar é que faz de nós eternos Don Juans.

Lucíola S. disse...

AII Gustavo só tu mesmo, disseste tudo como sempre *-*, até me lembraste daquele dia que a gente tava falando sobre dicas de seduzir' Tá ótimo