terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Cinzas







Chega ao fim a festa, mais uma festa,
intensa como sempre, intensa como nunca.
Nada fica como antes, tudo fica como antes, começamos do
zero, recomeçamos do zero, e
aquilo que sobra, depois de tudo, são apenas
sobras.






P.S.: Textos assim não são a minha praia, então, se ficou meia-bomba, relevem. Eu tentei! =D

Um comentário:

ElderF. disse...

Benditas cinzas, restam só os cacos dela.

Abraços.