sábado, 22 de agosto de 2009

E você? Faz sua parte?


Hoje é dia do Criança Esperança, e me veio a idéia de falar sobre a palavra-chave dessa iniciativa: Solidariedade.
Vendo um dos vídeos promocionais da campanha (http://www.youtube.com/watch?v=T1ug2R9RqBs), constatamos a triste realidade de muitas crianças no nosso país. E o pior foi saber que, mesmo com toda a carga de realidade e sentimento trazida pelo filme, a reação de quem assiste é a mesma da mãe da menininha do carro. O chocante não nos choca mais!
O contraste gritante entre a inocência da menina, esperançosa com um futuro mais digno e igual, e a banalidade da reação da mãe, acostumada com este tipo de situação e, por consequência, acomodada em relação a tal, é a prova mais real da nossa incapacidade de mudar, nos transformar, de fazer alguma coisa. Ou será que você o ajudaria na mesma situação? Fácil dizer que sim, é bom, nos faz parecer íntegros e melhores. O difícil é se deparar com a cena na sua rua, no seu bairro, na sua cidade, e agir.
Hoje à noite, quem assistir ao show do CE, vai se encontrar, de novo, com as mesmas histórias, com os mesmos problemas, a mesma realidade de 10, 15, 20, 500 anos atrás. E mesmo assim a grande maioria vai agir com há 10, 15, 20 anos. Chorar, mas sem se mexer. Adianta?
Parando pra pensar, fazer doações não resolve nem um décimo dos problemas na nossa sociedade (papel do Governo, de fato, mas não exercido por falta de recursos - no mínimo irônico, já que temos um dos dez maiores PIB's do planeta - e de tempo - preferem gastar comendo pizza assistindo briga no Senado), mas nos faz dormir com a consciência tranquila, o que na nossa concepção egocêntrica e individualista já é mais que suficiente. Então, ajuda, mesmo sem ter certeza se esse dinheiro vai ou não pros tais projetos (dúvida pertinentíssima se tratando de Rede Globo). É um bom remédio pro ego e pra alguns dos (sortudos) beneficiados. E que cenas como as do vídeo voltem a nos chocar, pois acabar elas não vão. Os sociólogos românticos que me perdoem, mas, enquanto existir humanidade, haverá ignorância e falta de atitudes sérias que resolvam nossas patologias sociais. Mas ainda haverá outros românticos dispostos a fazer sua parte. Faça a sua.
Serviço:
0500 2009 007 - R$7
0500 2009 015 - R$15
0500 2009 030 - R$30
globo.com/criancaesperanca

Nenhum comentário: